segunda-feira, setembro 11, 2006

Especial Schumacher: A era, os recordes, os títulos, as vitórias...

Michael Schumacher anunciou neste fim de semana, após uma convincente vitória no GP da Itália, em Monza, que depois do GP Brasil deste ano (em 22 de Outubro) vai pendurar o capacete e se dedicará única e exclusivamente a sua família e aos seus hobbies (leia-se ski e futebol). Desde o GP da Bélgica de 1991 - quando estreou oficialmente na categoria guiando pela equipe Jordan, em substituição ao piloto Bertrand Gachot (este foi preso após brigar com um taxista) - Schumacher disputou 247 corridas, vencendo nada menos do que 90 vezes.

Em 15 Mundiais disputados, saiu vitorioso em sete e após a vitória deste domingo, ampliou as chances de lutar com Fernando Alonso pelo campeonato deste ano (pode ser o oitavo do alemão ou o segundo do espanhol). Entre outras marcas deste alemão - considerado o maior piloto da Fórmula 1 em números - destacam-se os recordes de pole positions (68), de melhores voltas (75), de voltas na liderança (5.046) e de nº de pontos (1.354). Para homenagear Schumacher e mostrar os melhores e mais conturbados momentos da carreira do alemão, o PIT STOP disponibiliza uma pequena seleção de fotos (obtidas junto ao site Grande Premio, do companheiro Flávio Gomes) que ilustram os sete títulos mundiais de Schummy. Vale a pena ver e guardar!
1994 e 1995 - Pela Bennetton, Schumacher não só conquistu seus dois primeiros títulos, como mostrou que era no mínimo diferenciado. É bem verdade que certas irregularidades marcaram suas conquistas, como a "trapaça" de Adelaide-94, quando o alemão jogou seu carro para cima do inglês Damon Hill na ânsia de garantir sua primeira taça. No ano seguinte, as coisas foram mais fáceis para Schummy. Com Hill, o jovem Coulthard e até com o retorno "tapa-buraco" do leão Nigel Mansell, Michael levou o segundo título e em seguida foi contratado pela Ferrari com a missão de ser o "salvador" da pátria do time italiano.
2000 e 2001 - Após perder o título de 98 para Mika Hakkinen e de se ver afastado das pistas após um grave acidente em Silverstone-99, Schumacher fez de 2000 o ano de sua consagração. Ao quebrar o jejum de títulos da Ferrari, que não vencia um campeonato desde 1979, com o sul-africano Jody Scheckter, Michael caiu definitivamente nas graças do time. No ano seguinte, em um campeonato bem disputado, o alemão voltou a vencer e mostrou ao mundo que seu objetivo seria de igualar o recorde de conquistas da lenda argentina Juan Manuel Fangio.
2002 e 2003 - O ano de show da Ferrari foi também chamado de "campeonato da Marmelada". Os acontecimentos na Áustria e nos EUA marcaram negativamente o Mundial e tiraram um pouco do brilho da conquista. Schumacher chegou ao penta de forma tão facilitada que poucos se interessaram no campeonato. Em 2003, após tantos anos sem grandes disputas, eis que três pilotos chegaram nas duas últimas provas lutando pelo título. Além de Schumacher, Kimi Raikkonen e Juan Pablo Montoya foram os protagonistas do Mundial e mostraram-se aptos a roubar a coroa do alemão. Mais tudo ficou só na ameaça. Montoya saiu logo da disputa e Kimi ficou a um ponto do título. No final, 92 pontos para Schummy e 91 para o finlandês. E o hexacampeonato no bolso do alemão.
2004 - O grande ano da "Era Schumacher" representou o maior domínio de um piloto na história da Fórmula 1. O alemão venceu nada menos que 13 das 18 corridas disputadas (recorde), somou 148 pontos (recorde) e registrou tantas e tantas dobradinhas com o companheiro Rubens Barrichello. Além de conquistar o Heptacampeonato, Schumacher mostrou ao mundo que - pelo menos em números - será difícil alguém um dia superá-lo. O piloto que um dia sonhava em chegar à Fórmula 1 não só alcançou tal objetivo como se juntou às lendas da categoria, como Fangio, Clark, Stewart, Fittipaldi, Prost, Piquet, Mansell e Senna.
Agora, Schumacher espera adicionar a esta galeria de momentos históricos de sua carreira, uma foto de 2006 que represente a sua "virada" no campeonato sobre o espanhol Fernando Alonso. Apesar de confiante, o alemão sabe que não será fácil. Apesar da ascensão demonstrada nas últimas provas, Michael sabe que nas últimas três corridas a Renault virá com força total e terá um Alonso ainda mais empenhado em se manter na dianteira. Afinal de contas, vale relembrar que o espanhol - apesar da quebra de seu motor em Monza - ainda é o líder do certame com 108 pontos, dois pontos à frente de Schumacher (106).

7 Comments:

At 9:08 PM, Anonymous Thiago Toledo said...

Parabéns pelo especial.
Apesar de eu detestar esse alemão, tu fez um belo trabalho de pesquisa. E ainda conseguiu dar suas rápidas pinceladas (digo, opiniões a espeito do mesmo).
Claro que tá meio Galvanístico mas tudo bem...

 
At 2:12 AM, Anonymous Giovanni Romão said...

Fala Fellipe....Achei q vc tivesse desistido do blog, e fazia tempo e naum entrava aqui....muito legal está materia sobre o Schumacher...Como eu disse, naum sou fã dele, muito pelo contrário, mas este momento sem duvida é um marco na história da F1, e isto q me emociona!!!!...FLWSSS

 
At 5:23 PM, Anonymous Vitor Albamonte said...

Fellipe, parabéns!
O blog está cada vez melhor.
O Especial Schumacher ficou muito bom... de verdade.
Vou te adicionar nos favoritos.
Um abraço!!!

 
At 11:44 PM, Blogger FABIAN said...

Eu compartilho com a idéia do Thiago sobre o Schumacher, mas ele fez HISTÓRIA... será que seus recordes serão quebrados?????

 
At 12:14 AM, Blogger murillo said...

Fala Granzotto, Parabéns pelo trabalho !
Já conversamos pelo msn, ams acho que nem te tenho mais lá...
dá uma passada no meu blog também
http://pistaobielaeborrachaqueimada.blog.terra.com.br/
abraços

 
At 12:14 AM, Blogger murillo said...

Este comentário foi removido por um administrador do blog.

 
At 9:25 PM, Blogger Fellipe Granzotto said...

Olá Thiago, Giovanni, Vitor, Fabian, Murillo e demais amigos do Pit STOP

Realmente estive um tempo sem postar com freqüência, mas voltamos com força total e faremos uma cobertura total desta fase final dos principais campeonatos do mundo da velocidade. Sendo o carro chefe do automobilismo, é claro que a Fórmula 1 será o nosso grande destaque, ainda mais com a decisão emocionate do Mundial, com a disputa apertada entre Alonso e Schumacher.

O espanhol ainda lidera, mas terá de colocar em prática todas as suas artimanhas para se manter na dianteira. Para Schumacher, a luta por um oitavo título não poderia ser mais estimulante, ainda mais quando restam apenas 3 corridas para a sua aposentadoria.

Vale a pena ficar ligado na pista e no PIT STOP! Um abraço a todos e continuem acessando e mandando idéias e sugestões!

 

Postar um comentário

<< Home